Tudo Information

Lívia Torres participa pela primeira vez do Mc Dia feliz

As lojas do Mc Donald’s do Brasil receberam no último sábado (24) o MC Dia Feliz. No Rio de Janeiro diversos famosos marcou presença nas lojas e tornaram o dia mais feliz e solidário.

Pela primeira vez a atriz mirim Lívia Torres esteve entre os convidados, ela marcou presença na loja da Tijuca além de muito animada Livia se emocionou ao conhecer melhor o projeto e a realidade das crianças que são atendidas pela Casa Ronald.

“Fui muito bem recebida pela equipe da loja, todos os detalhes do evento me encantaram desde a decoração da loja até a presença de algumas atrações como Homem Aranha e o sanduíche gigante, quando cheguei em casa após o evento fui pesquisar na internet o trabalho da Casa Ronald e me senti grata por ter contribuído com um projeto tão importante”, declarou empolgada Livia.

Sobre a campanha: 

“Neste ano, o McDia Feliz, chegou a sua 31ª edição, e beneficiou duas causas de grande importância no Brasil: saúde e educação. Sendo assim, além do combate ao câncer infantojuvenil, que hoje é a maior causa de morte de crianças e adolescentes, através das instituições apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald, a campanha também destinou recursos para o Instituto Ayrton Senna, organização não governamental que, há 25 anos, trabalha para desenvolver o potencial das novas gerações por meio da educação integral, ampliando suas oportunidades de vida e tornando-as agentes de transformação. Um pilar fundamental para o desenvolvimento do País.

Desde 1988, mais de R$ 260 milhões foram destinados por meio da campanha e destinados para instituições de apoio que lutam pela cura do câncer infantojuvenil e este ano mais crianças e jovens serão beneficiados” (Fonte site oficial mc dia feliz).

Fotos: Divulgação

Luca Moreira

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista.