Tudo Information
Rubia Lima

Marcos Freire e Fernanda Brum lançam clipe em parceria com a Usina Brasil

Foi lançado hoje, 16/07, o novo videoclipe do cantor Marcos Freire com participação da vencedora do Grammy Fernanda Brum. O single “Na Terra Como No Céu” já estava disponível em todas as plataformas digitais desde fevereiro deste ano e para a alegria dos fãs o vídeo oficial acaba de ser lançado em parceria com a produtora Usina Brasil.

Utilizando tecnologia de ponta, a produção levou para o set de filmagem câmeras de cinema para captação das imagens, além disso gravaram tudo em Chroma key dentro de um ambiente totalmente controlado para dar mais precisão na composição digital. A produção musical ficou por conta de Emerson Pinheiro e o trabalho tem distribuição exclusiva da Sony Music Gospel.

“Mais uma vez a Usina Brasil encarou um desafio daqueles, tivemos que unir a arte com a tecnologia para falar sobre o sobrenatural de Deus através de música e imagem. Foi maravilhoso trabalhar com a Fernanda e o Marquinhos, buscamos sempre parcerias com artistas que tenham grandiosidade na arte e no social, e neste caso a dupla transborda isso” dispara Deborah Cohen, diretora e gerente de projetos da Usina Brasil.

Este é o terceiro trabalho que a Usina produz para o cantor paraibano, mas o primeiro em que a empresa entra como parceira de um projeto do artista. Apesar de não ser uma produtora que trabalha exclusivamente para o gospel, a Usina já coleciona alguns projetos de sucesso como os videoclipes “Tua Graça” do feat de Priscila Alcântara e Cristina Mel e o recente lançamento da cantora Kemilly Santos, “Fogo e Glória”, que em duas semanas ultrapassou a marca de 1 milhão de visualizações.

Foto: Divulgação

Luca Moreira

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista.