Tudo Information

Os sonhos podem ser realizados de maneira simples

Somos movidos a sonhos, mas muitas vezes não conseguimos alcança-los, por medo, falta de tempo e dinheiro, falta de incentivo e diversos outros quesitos. Para ajudar a conquistar osdesejos de cada pessoa, a master coach e reprogramadora mental Ivana Cabral dá oito dicas para manter o foco e correr atrás de tudo que almeja.

1: Autoconhecimento – Antes de mudar o externo temos que mudar o interno.

2: Autorresponsabilidade – Entender que tudo que acontece em nossas vidas é de responsabilidade nossa, não dos outros.

3: Aceitar as pessoas como elas são – O primeiro passo para parar de se decepcionar e entender o que acontece em seus relacionamentos.

4: Acabar com as crenças limitantes através do conhecimento – O que eu escutei da minha familia a vida inteira, será que realmente é assim?

5: Aprenda a se relacionar com sua família para ter êxito na vida – A base de tudo está na relação familiar.

6: Você precisa entender como sua mente funciona, você se autossabota – Sua mente trabalha à seu favor ou contra você?

7: O grande segredo é saber como juntar tudo isso em um passo a passo, na ordem correta para direcionar seus pensamentos e atrair o que sonha – Essa é a verdadeira chave da prosperidade.

8: Agradeça – A gratidão libera o fluxo de receber. Se não sou grato pelo que tenho não terei nada mais além daquilo que já possuo.

Ivana também dá aulas e possui um aplicativo para quem quer se aprofundar no assunto, encontre-a nas redes @ivanacabral_oficial

Foto: Divulgação

Luca Moreira

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista.